Membros da IPI de Iepê de 1922 e 1923

No ano de 2021 publicamos neste blog a relação dos membros que parciparam da organização da IPI de Iepê no ano de 1921, juntamente com as informações que pudemos coletar sobre esse grupo – fotos, obituários e dados histórico-genealógicos.

Neste ano, seguindo a mesma proposta, estamos publicando a relação dos membros arrolados nos anos de 1922 e 1923 e informações relativas a eles. Sabe-se que uma parte desse grupo são filhos de membros arrolados no ano anterior – como Juvenal e Lídio Sant’Ana, Alzira e Josué (ou Josuel) Pereira Rangel, Benedita e Balduína de Almeida, Ernestina Duque Estrada – ou aparentados com membros daquele ano, como Joaquim Garcia Duarte ou Pedro Barreto. Outros há sobre os quais tem-se pouca ou nenhuma informação.

Com essa proposta, espera-se contribuir com as pesquisas sobre essas famílias, bem como com as pesquisas relativas à história de Iepê – já no contexto do centenário da fundação do Patrimônio de Liberdade.

Os dados abaixo foram extraídas de registros da IPI, de exemplares do jornal O Estandarte e de  informações de familiares. Trata-se de uma abordagem inicial, aberta ao trabalho de interessados em genealogia e historiadores –  uma tentativa de dar rosto e caráter aos primeiros povoadores da região de Iepê.

Membros admitidos em 26/11/1922

1. Lidio Arruda Sant’Anna

Nascido em 01/02/1900 e falecido em Iepê em 05/02/1970, era filho de João Rufino Sant’Ana, que fez parte do grupo de pioneiros presbiterianos independentes que chegou ao sertão de Três Coqueiros em 1917.Casou-se com sua prima Maria Gonçalves Sant’Anna (número 4 abaixo). Tiveram os filhos Leonina, Natália, Ilda e um natimorto. É irmão de Juvenal (abaixo) e ancestral de Nejme,  Neber e Ilda Sant’Ana Zakir.Foi presbítero da IPI de Iepê.
camera
Necrológico de Lidio Arruda Sant’Anna
camera

2. Josuel Pereira Rangel

Era filho de José Pereira Rangel e Susana Murbach Rangel – ambos admitidos como membros da IPI de Iepê no ano anterior (1921). Foi casado com Laura Murbach, com quem teve, pelo menos, os filhos Silas, Susana, Paulina, Mário e Anália.

camera

3. João de Oliveira Motta

Sem informações.

camera

4. Maria Gonçalves Sant’Anna

Nascida aos 09/03/1905 e falecida em Botucatu aos 23/09/1964, era filha de Antonio Engrácio de Sant’Anna e Gertrudes Gonçalves. Casou-se com Lidio Arruda Sant’Anna (número 1, acima). Tiveram as filhas Leonina, Natália, Ilda e um natimorto.Sobre Maria Sant’Anna, leia “Filosofias de Vó Maria. Crônicas de Um Cotidiano Caboclo”, de Nê Sant’Anna.
camera
Maria Gonçalves Sant’Anna

5. Ernestina da Silva Duque Estrada

Foi casada com Ahor Ribeiro de Castro, com quem teve, pelo menos, os filhos Jacy, Dinah, Dinorah, Edison. Era filha de Luiz e Ana Duque Estrada, ambos admitidos como membros da IPI de Iepê no ano anterior (1921).Em Iepê, o casal residiu no bairro Macacos.
camera

6. Alzira Pereira Rangel

Natural de Lençóis, era filha de José Pereira Rangel e Susana Murbach Rangel. Foi casada com Lázaro Rosa de Godoi (filho de José Rosa de Godoy e Escolástica Maria da Silva) com quem teve os filhos Jovina, Estácio e José. Casou-se em segundas núpcias com Misael Laureano Rodrigues, natural de Santa Cruz do Rio Pardo, filho de José Laureano Rodrigues e Maria Luísa do Carmo. Com Misael teve, pelo menos, a filha Andira. Era irmã de Josuel Pereira Rangel – nº 2 acima.
camera

Membros admitidos em 20/05/1923

7. Juvenal Sant’Anna

Nascido em 11/06/1895 e falecido em Iepê em 17/08/1967, era filho de João Rufino Sant’Ana, que fez parte do grupo de pioneiros presbiterianos independentes que chegou ao sertão de Três Coqueiros em 1917. Casou-se com Josepha Julia de Almeida (Josephina), filha de Prudenciano Bueno do Prado e Julia de Almeida Ramos. Foram pais de Eunice, Eloide, Odilon, Osvaldo e Ulisses (falecido prematuramente). Irmão de Lídio (nº 1 acima) é ancestral de Brahim Newton (falecido), Lélio, José Ulisses, , Ceila e Keila Málaque.
camera
Juvenal Sant’Anna

8. José Severiano de Almeida

Filho de Francisco Severiano de Almeida e Ana Balduína (Chico Maria e Sinhana, membros admitidos na IPI em 1921
Casou-se três vezes. Teve com a primeira esposa, Amélia Antonia de Almeida, os filhos Wilson, Nelcides, Esron, Osvaldo, Edson, Nadir e Tércio. Com a segunda esposa Emília Galvão Severiano de Almeida teve o filho João Severiano de Alemida. Casou-se em terceiras núpcias em Centenário do Sul, com Valentina Regina Severiano de Almeida, com quem teve os filhos: Dirceu, Milceu, Onício e Nice.
Era irmão de Benedicta e Balduína, nºs 9 e 10 abaixo.
camera

9. Benedicta Balduina de Almeida

Era filha de Francisco Severiano de Almeida e Ana Balduína (Chico Maria e Sinhana), membros admitidos na IPI em1921. Benedita nasceu aos 16/09/1904 e faleceu em Iepê aos 29/11/1987. Casou-se em primeiras núpcias com Lázaro Salviano de Almeida, com quem teve um casal de filhos, que faleceu prematuramente. Casou-se, em segundas núpcias, com José Camilo da Silva, com quem teve os filhos: Davi, Raul, Francisco Salomão (falecido prematuramente) e Leonina (adotiva).Era irmã de José e Balduína (nºs 8 e 10, respectivamente).
camera
Benedicta Balduina de Almeida

10. Balduina de Almeida Coutinho

Era filha de Francisco Severiano de Almeida e Ana Balduína (Chico Maria e Sinhana), membros admitidos na IPI em1921. Nasceu em 20/04/1907 e casou-se com João Machado Coutinho (filho de Tertuliano Machado Coutinho e Brasilina Alves Moreira) com quem teve os filhos Francisco e Lisonias. Faleceu em 11/11/1929, aos 22 anos.Era irmã de José e Benedita (nºs 8 e 9 acima).
camera
Balduina de Almeida Coutinho

11. Pedro Domingues Barreto (ou Pedro Domingues de Oliveira) e

12. Ana Felisbina de Oliveira (ou Ana Pires de Oliveira)

Pedro Domingue de Oliveira (Pedro Barreto), era filho de Madalena Salviano e Joaquim Domingues de Oliveira (ou Joaquim Barreto). Nasceu em Agudos-SP em 29/06/1900 e faleceu em Centenário do Sul-PR em 04/08/1969. Casou-se em 28/04/1923 com Ana Pires de Oliveira (ou Ana Felisbina), nascida em Piraju-SP, em 15/10/1906. Ana era filha de José Pires de Oliveira e Dominga da Fonseca, e irmã de Felisbina Maria da Cunha, nº 17 abaixo.Foram pais de, pelo menos, Eufrozina (ou Flausina), Orlando, Madalena, Alfredo, Ezualdina, Palmira, Virgilina e Wilson.Pedro Barreto era tio de Amélia Barreto Sant’Ana (falecida), visto ser irmão de José Adolfo Barreto.
camera
Pedro Domingues Barreto

13. Francisco Alves de Oliveira e

14. Carmelina Maria de Jesus

Pais de Maria, Marcolina, Donária, Noé e Israel.
camera

15. Amélia Maria de Jesus

Sem informações.
camera

16. Samuel Marques da Cunha e

17. Felisbina Maria da Cunha (ou Maria Felisbina Conceição Cunha)

Segundo Joaquim Severiano de Almeida , Samuel Marques teria sido o primeiro professor da Escola Dominical para crianças da IPI de Iepê, ainda na década de 20. Felisbina Maria da Cunha era filha de José Pires de Oliveira e Dominga da Fonseca. Nascida em 8 de maio de 1894, casou-se com Samuel Marques em 31/12/1910. Faleceu em 20/10/1971 (cf. O Estandarte). Era irmã de Ana Felisbina de Oliveira, nº 12 acima. Tiveram pelo menos os filhos Joaquina, Florisvaldo, Laurides, Bauduína, Raul, Elis, Jose e Leonice.
camera
Samuel Marques da Cunha e Felisbina Maria da Cunha
camera

18. Joaquim Garcia Duarte e

19. Rita Garcia Duarte

Foram pais de, pelo menos, Eliseu, João e Júlia. Anteriormente à mudança para a região de Iepê, residiram em Dourado (hoje Tarumã).

 

camera

20. Joaquim Gonçalves Torres

Era residente na região de Capivari , hoje Gardênia.
camera

21. Bertholdo Marques Pinto

Era residente na região de Capivari, hoje Gardênia. Teria sido casado com Gabriela Isabel de Oliveira, com quem teve os filhos Abigail, Marieta, Adaísa e Azael. A considerar os registros da IPI de Iepê, entende-se que, posteriormente, casou-se com Guilhermina Marques de Oliveira, com quem teve as filhas Esther e Erondina.Segundo relato de Joaquim Severiano de Almeida, Bertholdo Marques Pinto (conhecido por Beltoldinho) era carioca, e se mudara para Iepê vindo da região de Dourado (hoje Tarumã). Empenhou esforços na organização da Escola Dominical da IPI de Iepê nos seus primeiros anos.
camera

Pesquisa: Keila Málaque e José Ulisses Málaque
Composição textual: Keila Málaque
Composição gráfica e fotos: Adalberto Camargo

Sem comentários

Deixe um comentário

5 × 2 =